Linguados Crescidos na Tocha

Projeto Linguados Crescidos na TochaProjeto Linguados Crescidos na Tocha

❖ Stolt SeaFarm Portugal S.A.

Desde 1972 que o grupo a que pertence a Stolt SeaFarm Portugal SA, se dedica à aquicultura. Atualmente detêm 14 unidades na Noruega, Islândia, França e Portugal. Em Portugal a produção aquícola está localizada na Praia da Tocha, em Cantanhede.

A empresa portuguesa, fundada em 1989, produz uma média de 400 toneladas de pregado para exportação.

Agora com o apoio do programa MAR2020 a Stolt SeaFarm ampliou as instalações da unidade de aquicultura com a construção de uma nova unidade de crescimento e engorda de linguado.

O investimento de aproximadamente 10 milhões de euros foi apoiado em 30% e prevê uma produção total de 300 toneladas por ano de linguado, sendo a sua totalidade para exportação.

A ampliação comporta uma área de implantação de cerca de 5 mil m2, na qual foi construída a nova unidade que é autónoma e dedicada à aquicultura de linguado.

A empresa adiciona assim mais uma espécie à sua produção, para além do pregado.

Produção de linguados em regime de recirculação

A nova unidade de crescimento e engorda de linguado é efetuada em regime de recirculação.

Dispõe de 3 pisos, em que cada piso integra os tanques destinados à quarentena, pré-engorda e engorda de linguado.

O sistema de recirculação em circuito fechado permite reutilizar a água através de processos de filtração mecânica e biológica, conseguindo-se uma economia significativa de energia e ainda redução do caudal de água a utilizar.

A exploração conjunta de pregado e linguado permite também gerar sinergias significativas, reduzindo custos, pela rentabilização das estruturas existentes.

O sistema de recirculação de água em circuito fechado com a estabilização associada da temperatura a 21ºC é determinante para o desenvolvimento do linguado. Assim, os pequenos linguados que chegam na forma embrionária de alevins, com cinco meses e um peso médio de 1ogramas, atingem o peso comercial de 600 gramas, passado apenas um ano, em termos médios.

Para esta nova unidade a empresa reforçou os seus recursos humanos, criando 16 postos de trabalho.

Paulo Morenito e Fátima Menezes