Bovinos de leite de Leiria

Projeto Bovinos de leite de LeiriaProjeto Bovinos de leite de Leiria

A Uziel Carvalho, Lda está desde 1984 na atividade de bovinos de leite, associada também à produção forrageira. A empresa de Leiria tem um efetivo estabilizado em torno de 250 vacas de leite. A exploração está inserida nas estruturas de recolha de leite existentes, sendo associada da LACTICOOP.

Tem vindo, de forma contínua, a modernizar-se no sentido da agricultura e pecuária de precisão. No âmbito do PDR2020 tem em fase de conclusão um investimento de cerca de 1,2 milhões de euros, com um apoio de 425 mil euros, sendo 283 mil euros não reembolsável . A modernização incide no pavilhão de reprodução, em equipamento de maneio, bem-estar e nutrição animal, num sistema robotizado de ordenha voluntária e ainda na gestão de efluentes para proteção ambiental. O promotor dá assim sequência aos investimentos que realizou nos programas PRODER e AGRO.

Bem estar animal e melhorias ambientais

De um modo geral a exploração faz a recria para a globalidade das necessidades de reposição e seleção dos efetivos, com vantagens em termos sanitários e na redução de custos de aquisição de animais de reposição. A gestão da genética do efetivo tem sido um dos pontos fortes da empresa, bem como a gestão reprodutiva. Atualmente desenvolve um projeto de integração de vacas de maior idade a amamentar os vitelos, no que se pode designar de encontro de gerações, com resultados de bem estar animal e aumento de produtividade.

A empresa tem uma área em exploração forrageira de cerca de 140 ha, localizada no perímetro de regado Lis. Garante assim a produção forrageira própria relativamente às necessidades alimentares dos bovinos.

Todo o efluente líquido da exploração é tratado, valorizado e reutilizado. Após a redução da carga orgânica, que inclui a produção de estrume seco tratado para realização das camas dos animais e a produção de biogás para transformação em energia elétrica para autoconsumo, os efluentes são encaminhados à área de produção forrageira. A valorização agrícola ocorre por injeção do efluente no solo. A autonomia energética e a insígnia "carbono neutro" são objetivos da exploração leiteira.

Paulo Morenito e Liliana Gonçalves