Leite de Albergaria-a-Velha

Projeto Leite de Albergaria-a-VelhaProjeto Leite de Albergaria-a-Velha

A empresa ADALBERTO PÓVOA, dedicada ao setor da pecuária intensiva, tem como principal atividade a produção de leite e localiza-se em Albergaria-a-Velha, distrito de Aveiro.

Adalberto Póvoa iniciou a atividade no setor em nome individual, tendo constituído a sociedade unipessoal em 2013.

Tanto a título individual como através de pessoa coletiva, já desenvolveu vários projetos com apoio dos fundos públicos, que no seu conjunto superam mais de 1,3 milhões de euros. Projetos para aumento e melhoria das instalações pecuárias, construção de sala de leite, ordenha e sala de espera, aquisição de equipamento pecuário, equipamento de ordenha, trator e alfaias, compra de terrenos, construção de silos, entre outros.

Após a concretização de sucessivos projetos de investimento que permitiram reestruturar e projetar a atividade de produção de leite para um novo patamar, a empresa viu a sua consolidação condicionada pelo cenário altamente restritivo que afeta o sector.

Modernização da vacaria

Mesmo neste cenário a empresa tem traçado uma trajetória de crescimento consolidado que lhe permite projetar uma nova etapa direcionada para a introdução de investimentos que pretendem contribuir para a redução dos custos de produção, predominantemente associados a novas tecnologias.

Atualmente a empresa possui dois projetos em execução, que visam a modernização da vacaria para fazer face às exigências em matéria de higiene, bem-estar animal, ambiente e qualidade do produto, de forma a maximizar a sua competitividade global.

Os investimentos previstos nas candidaturas PDR2020 constam na aquisição de robots de ordenha, construção de lagoa para armazenamento de efluentes, ampliação dos pavilhões para vacas em produção e para vacas secas e novilhas em gestação, construção de armazém para produtos fitofarmacêuticos, necrotério, silo de armazenamento, instalação de painéis fotovoltaicos e aquisição de equipamento pecuário diverso.

Com as taxas de apoio de 45% e 40% para as candidaturas em execução, o investimento total elegível é de cerca de 593 mil euros.

Cláudia Carvalho